segunda-feira, agosto 29, 2011

Muffin de Calabresa

Eu não sei se já comentei, mas tive uns contratempos na faculdade, o que junto com o nascimento de Francisco me fez trancar o semestre! Fiz isso com uma dorzinha no coração, porque gastronomia é minha cachaça e estava adorando o curso! Mas quem disse que preciso me afastar da cozinha porque não estou na faculdade?



Tenho aproveitado alguns cochilos do filhote para me inteirar do mundo gastronômico, seja visitando blogs, comunidades no facebook ou lendo revistas especializadas! Ah, cozinhando e atualizando o blog também! Entre as revistas que tenho lido está a Gula (quero a assinatura), foi de lá que tirei a idéia desse muffin, que na revista era de azeitonas com cebola roxa, como eu não tinha nenhum dos dois, ataquei de calabresa mesmo!

Esse muffin é super fácil de fazer, nem precisa de batedeira, para aqueles dias que dá uma vontade de um lanchinho, algo salgado para alegrar a tarde ou substituir o jantar!

Receita:
  • 125g de farinha de trigo
  • 75g de farinha de trigo integral
  • 1 colher de sopa de açúcar cristal ou demerara
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 1 colher de café de sal
  • 1/2 pimenta dedo de moça sem semente
  • 1 colher de chá de pimenta calabresa (eu não usei, é opcional)
  • 2 ovos
  • 125 ml de leite
  • 1 xícara de calabresa picada
  • 1/2 cebola picada
  • noz moscada a gosto
  • pimenta do reino moída a gosto
Em uma panela frite a calabresa e a cebola (não usei óleo, só adicionei 2 colheres de água para ajudar a fritar na gordura da própria calabresa), reserve! Em uma vasilha ou bowl misture os ovos + leite + açúcar + sal + azeite, adicione as farinhas de trigo, o fermento, as pimentas e noz moscada, por fim incorpore a calabresa! A massa é bem grudenta!


Encha 2/3 das forminhas e leve ao forno pré aquecido por + ou menos 20 minutos ou até dourar levemente! Não tem forminha de papel? Vai de papel manteiga, dá super certo!

quinta-feira, agosto 25, 2011

Licença Maternidade Estendida - Bolo Invertido de Banana

Hoje recebi o telefonema da advogada dizendo que o juiz tinha concedido a liminar prorrogando a minha licença maternidade para 6 meses! Infelizmente a lei que estende a licença maternidade não contempla todas as mulheres e bebês, e mesmo eu trabalhando para a prefeitura da minha cidade não teria direito, por não ser concursada, por isso tive que entrar na justiça!

Com a extensão da licença todo mundo ganha, eu poderei curtir mais o meu pequeno e o pequeno poderá mamar exclusivamente até os 6 meses!




E o bolo invertido de banana com isso? Minha querida Lusia, que trabalha com a minha mãe, me presenteou com um desses outro dia, a final eu tinha ganho bebê e merecia todo mimo! Em quase todo blog de culinária aparece um bolo invertido, em geral de banana, mas na casa da minha mãe também rola de abacaxi! Já estava querendo fazer um, mas aproveitei a disponibilidade e o carinho de Lusia para tirar folga da cozinha! 

Só tem um probleminha, Lusia não sabe lê, faz tudo de cabeça e não segue receita, com isso eu não consegui acompanhar as medidas (é meio intuitivo, hehe), mas no blog Pitadinha (que eu adoro) tem uma receita sensacional, vai lá que eu garanto! 

segunda-feira, agosto 22, 2011

Linguado ao Molho de Limão

Estava viciada em assistir ao Super Chef na Ana Maria Braga, de quebra ainda aprendia uma receita ou outra super prática! Esse molho de limão foi fruto de uma dessas manhãs após dar mama para Francisco e colocá-lo para dormir, enquanto tomava meu café da manhã!

Aproveitei uns filés de linguado que tinha em casa e decidi fazer uma gracinha para o jantar do  marido, que tem ficado meio de lado (a final, sou todinha do meu filhote nesse momento)!


Nem sei se posso dizer que é uma receita de tão fácil que é!

Receita:
  • 2 filés de linguado (ou outro peixe de sua preferência)
  • 1 caixa de creme de leite
  • suco de 1 limão sisciliano (pode ser limão taiti também)
  • pimenta do reino (o ideal era branca, mas eu só tinha preta)
  • sal
Para o molho, misture o creme de leite + suco de limão + pimenta do reino + sal, bata com um fouet até ficar levemente aerado, reserve!

Tempere os filés com sal e pimenta, grelhe em uma frigideira anti aderente ou em frigideira comum (vai precisar de um fio de óleo), sirva com o molho!

Esse molho fica delicioso, pode ser servido com umas torradinhas como entrada ou uma massa com um parmesão ralado na hora (já testei)... Delícia!

sexta-feira, agosto 19, 2011

Chocolate com Frutas Secas

O que você faria se tivesse com uma mega barra de chocolate como essa em casa e descobrisse que não pode comer nem um grama de chocolate? Eu pensei em suicídio, mas não podia deixar meu filhote orfão! Falando sério, é exatamente por causa dele que não posso comer chocolate, segundo a médica pode dar cólica e influenciar no reluxo! Sim, Francisco está com refluxo (que parece ser moda entre bebês atualmente) e esse tal de refluxo tem acabado com a gente, com ele que fica choroso e chatinho porque sente dor e comigo que não dorme preocupada com ele se engasgar, dando mama de hora em hora (ele mama de hora em hora porque mama, coloca para fora, sente dor, quer colo, digo, peito, mama de novo...um ciclo vicioso)...


O que importa é que ele está melhor, fazendo tratamento, já eu continuo sem poder comer o bendito chocolate, aff! Chocolate para mim é sagrado, eu comia mesmo quando fiz Vigilantes do Peso, sempre guardava um pontinho para comer um quadradinho de chocolate no fim do dia, mesmo assim emagreci 9 kg!

Como os quadradinhos já estavam prontos e e deliciosos, deixei para servir as visitas, ao marido... Mas mesmo assim ficaram alguns na geladeira, que comi em um ataque de insanidade em alguma madrugada insone, depois fiquei cheia de culpa, mas isso é outra história (ou estória)!

Cortei em quadradinhos, mas pode ser em pequenas barras!


Receita:

  • 300g de chocolate meio amargo (pode ser 200g de meio amargo + 100 de ao leite)
  • 50 g de pistache
  • 100g de damasco seco picado
  • 50g de uvas passas (misturei brancas e pretas)
  • 1/2 pacote de biscoito maizena picado grosseiramente
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 2 colheres de sopa de mel
Derreta o chocolate com a manteiga e o mel em banho maria, adicione os demais ingredientes, despeje em uma forma de bolo inglês coberta com filme plástico, cubra com filme (alise) e leve a geladeira por 2 horas!

Eu preferi conservar em geladeira, pois o calor do inverno da Bahia derrete chocolate fácil! O bom dessa receita é que não precisa manusear o chocolate, com isso ele não derrete!

Você pode acrescentar nozes, amêndoas, cerejas secas, ameixa... É usar a imaginação e fazer ao seu gosto!

segunda-feira, agosto 15, 2011

Salada Tai - Almoço do Dia dos Pais

Esse foi o primeiro dia dos pais do marido, como almoçar na rua nessas datas é inviável, decidi fazer um almocinho gostoso para nós! Tinha que ser algo rápido e não muito trabalhoso, a final eu ando morta de cansada, Francisco tem me dado uma trabalheira danada, mas falo sobre ele em outro momento!




Optei pelo Cuscuz Marroquino (rápido, prático e único), já postei ele aqui, para acompanhar fiz uma Salada Tai que aprendi em uma Oficina de Finger Food com a Chef Paula Labaki (ela é incrível)! Desta vez usei no cuscuz 200g de camarões + alho poró + cebola + damasco seco + ervilha congelada (adoro) + tomate picado + cenoura em cubos!

Salada Tai

A salada deu um toque especial ao almoço, também muito fácil de fazer, ideal para quem gosta de misturar doce com salgado! Ah, claro que fiz alguns improvisos usando o que tinha em casa!

Receita:
  • 2 mangas não muito maduras
  • 2 mamões papaia verdes
  • castanha de caju picada ou gergelim
  • talo de salsinha picado
Descasque a manga e o mamão, corte em fatias finas ou cubinhos e reseve! Pique a castanha de caju (se necesário, leve ao forno rapidamente para ficar crocante), pique o talo de salsinha e misture com a castanha!

Molho:
  • 100ml de sakê (eu não tinha e usei 50ml de vodka)
  • 100ml de vinagre de arroz (se não tiver pode usar vinagre de maçã)
  • 50ml de shoyu
  • 50ml de azeite de oliva
  • suco de um limão
  • 1 pimenta dedo de moça sem semente picadinha
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo 
Em uma vasilha grande ou bowl misture tudo, acrescente as frutas e finalize com a castanha e o talo de salsinha!



Todo mundo teve que colaborar para o almoço sair, enquanto eu cozinhava o marido cuidava do pequeno!


quarta-feira, agosto 10, 2011

Restaurant Week Salvador

Dia 15 de agosto começa a 1ª edição do Salvador Restaurant Week. A maratona gastronômica contará com os melhores restaurantes da cidade que servirão menus especiais com entrada, prato principal e sobremesa a preços promocionais.




Os cardápios especiais com entrada, prato principal e sobremesa serão oferecidos a R$28.90 no almoço e a R$39.00, no jantar (bebidas, serviço e couvert não inclusos). 


É a oportunidade de conhecer alguns restaurantes, comer bem e pagar pouco, entre os restaurantes que participarão do evento estão:


  • 496 Grill & Bar
  • Amado
  • Baby Beef Gamboa
  • Bella Napolli
  • Paraíso Tropical
  • Confraria das Ostras
  • La Figa
  • Ocho Ceviche Bar (esse eu quero conhecer)
  • Soho
A lista completa no site do evento!
Ah! Alguns restaurantes só estão abertos para o jantar, outros ó para almoço, por isso é bom dar uma olhadinha! No site também tem as opções de prato oferecidos por cada um!

Espero conseguir uma folga na minha agenda de intensa de mãe!

segunda-feira, agosto 08, 2011

Doce de Abóbora com Amêndoas

Acredito que a maternidade anda me deixando meio saudosista, venho resgatando da memória as lembrança de pessoas importantes da minha vida! E doce de abóbora me lembra a minha avó Aurora, mulher de hábitos simples, que se manteve na cozinha até o fim da vida, fazia sua própria comida, sem requinte, mas com gosto de comida de vó! O doce da minha avó era de abóbora com coco, além desse ela fazia um de mamãe verde... Hum!

Ando tentando melhorar nas fotos!


Receita:
  • 1kg de abóbora de pescoço descascada e cortada em cubos 5x5cm (é uma abóbora mais durinha)
  • 2 xícaras de açúcar
  • 1/2 xícara de água (parece pouco mas basta)
  • 1/2 xícara de amêndoas em lascas (opcional)
  • cravo da índia (detesto e não coloquei nem para tirar depois)
Em uma panela grande ponha a abóbora e a água, em seguida polvilhe o açúcar e leve ao fogo baixo, em panela tampada, por + ou - 45 minutos! Durante  cozimento não mexa na abóbora, para ela não despedaçar! Nos últimos 10 minutos de cozimento adicione as amêndoas!

Minhas novas colheres para finger food!

Deixe esfriar, ponha em uma compoteira bem bonita e sirva! 

Aqui em casa nem deu tempo para isso, eu e o marido detonamos um bom bocado de doce quase quente! Devia ter feito 2x a receita, ai daria para impressionar alguma visita!

Essa é a abóbora de pescoço 
(foto do Google Imagens)


Tirei essa receita da Revista da Nestlé, apenas acrescentei as amêndoas!

quarta-feira, agosto 03, 2011

Rocombole de Chocolate com Doce de Leite

Eu lembro daquele rocombole que depois de assado ele ia para um pano de prato úmido e polvilhado com açúcar, para depois de recheado (geralmente com goiabada, bem anos 80) ser enrolado! Essa foi a primeira vez que fiz um rocombole, sempre me assustou a idéia de enrolar esse bolinho e ver ele se quebrar todinho, mas para a minha surpresa deu super certo! 


A receita dessa massa aprendi no Curso de Confeitaria do SENAC, mas até então não tinha testado em casa, porque toda vez que lembrava do curso ficava enjoada! É que durante o curso eu já estava grávida e não sabia, costumava associar o enjôo  aos aromas e sabores das delícias que aprendemos por lá, quase não experimentei o que fazíamos!

No curso o rocombole foi recheado com chantily e cerejas, como eu não tinha nenhum dos dois em casa, ataquei de doce de leite em pasta e damasco seco! Na verdade o damasco poderia ser substituído por nozes picadas, ou simplesmente deixar apenas o doce de leite! A massa é um pão de ló de chocolate, fica super fofinha e com um sabor bem suave, que não interfere muito no recheio!

Peço desculpas por colocar as medidas em gramas, mas confeitaria é bastante preciso, um pouquinho a mais, um pouquinho a menos interfere no resultado final! Aqui tem uma tabela de conversão de medidas!

Receita:
  • 4 ovos
  • 125g de açúcar
  • 100g de farinha de trigo
  • 25g de chocolate em pó
Bata na batedeira os ovos e o açúcar na batedeira até dobrar de volume ( 5 a 10 minutos)! Adicione a farinha e o chocolate em pó (peneirado) e misture delicadamente com um fouet!

Coloque a mistura em uma forma retangular forrada com papel manteiga (ele vai ajudar a enrolar o rocombole sem quebrar), leve ao forno pré aquecido a 180 graus por 20 a 30 minutos!

Deixe esfriar um pouco, recheei ainda morno e enrola com cuidado. O papel manteiga é uma mão na roda nessa hora! Decore como desejar!



Recheio:
  • 1 lata de doce de leite em pasta (usei o da Itambé e gostei bastante da consistência e do sabor)
  • 1 xícara de damasco seco picado


segunda-feira, agosto 01, 2011

Brigadeiro de Limão - Saga dos últimos 12 dias

Tanta coisa aconteceu nesses últimos 12 dias, Francisco nasceu, se adaptou a sua nova rotina em casa, mas precisou voltar para o hospital, ficamos 3 dias internados, voltamos para casa e agora começaremos uma peregrinação por médicos e exames!

Antes que alguém se pergunte o que aconteceu eu explico, por se tratar de um bebê prematuro (uma semaninha  de antecedência fez toda a diferença) ele apresentou icterícia tardia (até ai é normal), mas eu sou uma mãe de primeira viagem, só de  pensar em voltar ao hospital já me deu um aperto no coração! A "novidade" é que ele apresentou uma alteração hormonal nos exames de sangue (foram tantas furadas no pequeno), precisaremos repetir os exames e buscar uma endócrino pediatra (eu nem sabia que existia)!

Até lá a recomendação da pediatra do hospital é mamar, mamar e mamar! Isso a vaca holandesa aqui tem se empenhado na função, e o melhor é que o pequeno não recusa nenhuma mamada!

Para repor as energias energias e adoçar a vida, um brigadeiro de limão com um gostinho especial!

Esse confeito verde ficou meio exagerado, para não dizer brega!

Receita:
  • 1 lata de leite condensado
  • raspas de 1 limão sisciliano (não use a parte branca da casca)
  • 1 colher de sopa de manteiga
Leve tudo ao fogo mexendo sempre até soltar do fundo da panela! Deixe esfriar, enrole (ou não) e delicie-se!