segunda-feira, agosto 02, 2010

comendo em Paris


Nas férias do ano passado estive em Paris, não posso dizer que foi tudo que eu esperava, pois esperava muita coisa, acho que preciso ir novamente para fazer uma avaliação justa (que cara de pau a minha, como se Paris precisasse da minha avaliação)!

Digo que a minha avaliação não seria justa, porque tive um "le piriri" durante a minha estadia em Paris, provavelmente fruto de alguma bactéria francesa não conhecida pelos baianos (apesar de sermos acostumados com azeite de dendê)!

Além do "le piriri", outro fator que dificultou comermos muuuuito bem em Paris foi a grana! Comida por lá é muito caro, o esquema é comer crepe ou comida chinesa (que deve ser barata em qualquer lugar do mundo)!

Você encontra crepe em toda esquina!
E esse pote de Nutella de 5 kg...


olha a minha felicidade (crepe de queijo e presunto)


Outra opção econômica é passar em um supermercado, comprar um excelente vinho, queijos franceses de verdade, depois passar num patiserie e comprar uma baguete (é verdade que os franceses carregam a baguete em baixo do braço) e fazer um piquenique em um parque ou uma festinha privê no quarto do hotel!


Como eu estava de "piriri", fiquei na Coca-Cola mesmo!

Ao menos uma vez vale a pena sentar em um restaurante e ser feliz! Escolhemos um restaurante aleatoriamente, sentamos em uma mesinha na rua, tomamos chopp, sem nos preocuparmos com a conta, a final, estávamos em Paris!

Essa foi uma das refeições mais honestas de toda a viagem 

Mas também teve uma pegadinha. Pegue uma dica de um restaurante super bacana e com preços convidativos, mas o endereço parecia meio confuso. Como o nosso francês era nulo (o que dificultava pedir informação ou entendê-las), nos confundimos e no fim acabamos paramos em outro restaurante, crentes que estávamos no correto, foi um fiasco! A comida era muito cara e não tão saborosa!

meu peixinho com nabo e pepino cozido, sem graaaaça!

o marido disse que esse foi o picadinho mais caro da sua vida, além disso, ele preferia o picadinho de um PF no Rio Vermelho que custa R$ 7,00 e ainda vem com feijão!


O que salvou foi a sobremesa:

macarron

creme brulée numa versão light, com frutas vermelhas

Mas Paris é Paris!


5 comentários:

Morena disse...

Valeu a dica!! Esse ano eu já estava de malas prontas para lá, só que minhas férias não saíram, que chato!Quando eu for viajar, pego todas as informações com você, viu! Beijo grande!

Shiruvana disse...

é! Paris é Paris.. domingo quase compro um guia para 'fazer' Paris a pé.. mas aí lembrei que primeiro eu tenho que finalizar o piso do Rio Vermelho pra pensar em voar pra outro lugar.. hehe.. bjs,

duda lima disse...

Morena,
não sue especialista em Paris, mas poso dar algumas dicas, precisando é só chamar!

Sil,
eu tenho um guia de Paris a pé, te empresto para você se planejar enquanto faz o piso da casa do Rio Vermelho!

Mônica disse...

Sou totalmente a favor do pic-nic, seja ele onde for. No fim da noite então, no hotel, com aqueles bries e Bonne Maman a preço de banana... Muito bom!!! Bjs

duda lima disse...

Mônica,
pique-nique é um programa bom, bonito e barato, sem falar que é romântico!
bjo